Boeing 707 900

O 707-900

O Boeing 707-900 é uma aeronave ficcional, nascida do avanço da tentativa de manter em atividade os antigos, porém muito bons, Boeing 707. O resultado desse projeto foi um avião turbofan com quatro propulsores GE90-115B que atinge velocidade de cruzeiro por volta de MACH 2.11.

A GE90

General Electric GE90 é uma família de turbinas de aviação, high-bypass turbofan, produzidas pela General Eletric para o Boeing 777, com potência variando de 329 a 512 kN (74.000 a 115.000 libras). Foi introduzido juntamente com o avião, em novembro de 1995, na British Airways. O motor é uma de três opções possíveis para o Boeing 777, modelos 777-200, -200ER, e -300, e de uso exclusivo para os modelos -200LR e -300ER.

300px-GE90_dsc04644.jpg

O motor GE90 foi lançado em 1990 pela General Eletric, nos Estados Unidos, juntamente com a Snecma (França), IHI Corporation (Japão) e Avio S.p.A. (Itália). Foi desenvolvido a partir de um projeto da NASA, o Energy Efficient Engine. O modelo GE90-115B é o mais avançado, produzido com materiais compósitos.

Um documento técnico apresentado pela GE e empresas parceiras indica que o mercado de grandes motores deve continuar crescendo. Para efeito de comparação, o Boeing 747-400 utiliza motores de 289 kN de impulso, e a próxima versão ou sucessor do Boeing 777 será alimentado com uma versão que produzirá o dobro da força do venerável 747.
Simulação de pressão num GE90, NASA.

Motores GE90 são grandes e só podem ser transportados por aviões de carga, como o Antonov An-124 'Condor', de maneira que, se apresentar problemas em lugares ermos, não haverá sobressalentes. Em 17 de dezembro de 2005 um GE90-94B falhou em um Air France voando a partir de Seul para Paris, resultando em um pouso em Irkutsk, Sibéria. Um motor de substituição teve de voar num An-124 para a troca. A causa da falha ainda está sob investigação.

O motor GEnx que foi desenvolvido para a Boeing 787, 747-8 é derivado do GE90. O projeto Engine Alliance, uma aliança de cooperação entre GE Aircraft Engines e Pratt & Whitney, produziu um equipamento a partir do GE90 para o Airbus A380, denominado GP7000.

O maior motor do mundo

A série GE90 são os maiores motores na história da aviação, com um fan (pás iniciais) com diâmetro de 312 cm (série original). O último variante, o GE90-115B, o fan possui 325 centímetros de diâmetro. Isto significa que o GE90 tem um diâmetro maior do que a maioria das cabines de aeronaves comerciais, bem como as famílias Bombardier CRJ ou Embraer ERJ, e é ligeiramente menor do que os 3,7 metros da largura do Boeing 737.

Recorde mundial de força

De acordo com o Guinness Book of Records, com 127.900 libras (569 kN), o GE90 detém o recorde para o maior impulso (embora esteja classificado em 115.300 libras (513 kN)).

O modelo 115B

É o maior e mais potente motor de aviação produzido até o momento. A General Eletric construiu o GE90-115B especialmente para os novos Boeing 777. Suas pás incorporam um design inovador. Compostas de fibras de carbono e revestido nas pontas com uma liga de titânio, elas possuem um formato curvo que proporcionam sugar mais ar que as pás com formato tradicional.

O GE 90-115B é 40% mais potente, além de produzirem menos barulho e uma economia de 1/3 de combustível, se comparado com os motores do Boeing 767, os GE CF6-80C2B8F.

FONTE : http://pt.wikipedia.org/wiki/General_Electric_GE90

Imagens do Boeing 707-900

  • 25 de Setembro de 2009
707900ge90b115ficcional.png
707900ge90b115ficcional.png
  • 14 de Outubro de 2009
image4za.jpg
image3et.jpg
image2qi.jpg
image2qi.jpg
image1xs.jpg
28666676.png
50888234.png
36682465.png

DOWNLOAD

[ http://www.4shared.com/file/211142096/3cba202e/707-900_14102009_PH_alpha.html 14102009 version ]


Página Principal Voltar para página anterior
Unless otherwise stated, the content of this page is licensed under Creative Commons Attribution-ShareAlike 3.0 License